Escrivaninha 32

Penso, logo escrevo

Carpe Diem

Publicado por JC sob em 17:39

Não tente compreender
o místico sentido da vida.
O sentido quem dá somos nós
então apenas olhe-a e viva.

Carpe diem
quam minimum

credula postero.


Não faça de sua vida
um fruto proibido
que nunca será provado,
que nunca será colhido.

Colha-o antes da tempestade
que pode chegar amanhã
ou depois, não se sabe.

Beba mais um gole
antes que a vida evapore
sem ao menos ter sentido
o doce gosto que ela tem.

“Gather your rosebuds while you may”

Não espere o inverno chegar
para só então ver o outono passar.

Venha, vamos sair.
Sair para ver o mundo
e cantar o dia inteiro
como se este fosse o último.

Beba o último gole
do doce vinho da vida
o som do pôr do sol
antes da última despedida.

Vamos colher nossos botões de rosas
enquanto o vento não os leva embora.

14 comentários:

João de Carvalho disse... @ 20 de novembro de 2008 13:45

Desculpem me pelo poema de péssima qualidade. Mas ultimamente estou meio enrolado com a faculdade e o tempo pra escrever anda meio curto. Prometo caprichar mais da próxima vez (se houver uma).

Se ya.

mateusbonez disse... @ 20 de novembro de 2008 14:16

do doce vinho da vida
o som do pôr do sol
antes da última despedida.

Perfeito c.c'
Adorei o blog ;D
Espero vs

http://tiomah.blogspot.com/

Lara disse... @ 20 de novembro de 2008 14:41

eu não sou muito dessas coisas poéticas, mais gostei bastante !
se puder dá uma passadinha lá no meu blog ? beijinhos :*

Beatriz Paz disse... @ 21 de novembro de 2008 18:06

Péssima qualidade? Você é louco?
Se esse é o de péssima qualidade, imagina os de ótima!
Eu adorei esse poema, muito bem escrito mesmo!
Sério... Aliás, andei lendo seus outros posts, são todos maravilhosos.
Parabéns.

_______________________________
Soletra pra Mim?
www.soletrapramim.blogspot.com
Obrigada!

iti disse... @ 21 de novembro de 2008 21:10

belo, como sempre...

http://500x100.blogspot.com/

Talita Moretto disse... @ 21 de novembro de 2008 23:32

oo blog marr fodaa veyy*-*

da mol suspense assim quando entra,e quando li o post,puts Carp diem.perfeito perfeito tah de parabenss*-*

Cris disse... @ 21 de novembro de 2008 23:33

Nossa, que demais o blog...
O que mais me chamou a atenção foi o Penso, logo escrevo. hehe

já leu?
http://triinutil.blogspot.com/
http://triinutil.blogspot.com/
http://triinutil.blogspot.com/
então entra.

Tendencia disse... @ 21 de novembro de 2008 23:48

Nossa que Bonito Parabens super bem feito
adoro poemas esta de parabens

Martin disse... @ 22 de novembro de 2008 00:30

lol. essas imagens são mto perfeitas. (a do quebra-cabeças, principalmente) onde vc consegue?

Airton disse... @ 22 de novembro de 2008 00:42

http://publicandobr.blogspot.com/

mto bom o post...layout bom tbm
passa nu meu ai em cima
heheheh

Marco Antonio disse... @ 22 de novembro de 2008 00:48

Ah péssima qualidade mesmo, tanto que encheu meu coração de bons sentimentos.

Nos Canos disse... @ 22 de novembro de 2008 08:34

bonitinho. nenhum artista deve avaliar sua obra. abraços. fui...

Giovana Vincenzi disse... @ 22 de novembro de 2008 13:56

Poxa, esse poema é lindo!!!!!

"Ao som do por-do-sol, antes da última despedida". Isso é maravilhoso!!

Parabéns!!

Muito obrigada pelo comentário lá no Barzinho e por me deixar musicar o poema!!!!! Prometo caprichar, tá? Espero que você goste!!!

Aqui tem o link para você ouvir algumas das minhas músicas: www.myspace.com/givincenziebandaimaginaria

Beijão!

Jaque de Barro´s disse... @ 4 de dezembro de 2008 15:58

Parabéns!
Ótimo esse post!
passarei mais vezes, por aqui.
beijos

Postar um comentário

 

Contador de posts e comentários

Este blog contém posts e comentários. Obrigado pela visita!

Seguidores